quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Confusão de pensamentos


Estou cheia de duvidas, talvez tenha as resposta, mas não quero aceita-las
Quantas vezes você sentiu que viveu uma mentira e mesmo assim teve saudades? Alguma vez a dor já ti trouxe alegria?
Seria uma louca se dissesse que sim, então me resgatem dessa loucura, porque estou presa e sou meu carcereiro.
Meus sentimentos se confundem e na verdade não sei o que quero.
Já estive pálida, com um corpo fraco, e uma mente que desejava morrer, mas a cada quilo eliminado, me sentia forte, uma guerreira que lutava por um ideal, algo que me faria sorrir, que me faria querer viver, e se eu morresse por esse ideal seria até mérito.
Agora estou corada, bem disposta, faço coisas simples que antes tiravam meu fôlego, porém sinto o fracasso estampado no meu ser. Não admito que esse seja meu corpo, sinto culpa por ter feito isso comigo mesma, devia sentir orgulho, pois dei vários passos para ser uma pessoa melhor, tentei ter um sonho real ou que pelo menos não resultasse em doenças e até em morte, me esforcei muito e sei disso, mas por momentos desejo voltar no tempo, pra rejeitar toda ajuda e não permitir que nada me tirasse a determinação.
Só espero que uma noite de sono, seja o suficiente para esse momento acabar.    

3 comentários:

  1. Me identifiquei demais com este texto, Je, te entendo PERFEITAMENTE, pois tb venho sentindo exatamente isso. Em uma das primeiras consultas que tive com o meu psiquiatra após minha internação em São Paulo, depois de ganhar todo aquele peso, comentei com ele que preferia ouvir as pessoas me dizendo que estava mal, morrendo desnutrida, do que ouvir o q falam hoje, que estou "melhor" por ter um IMC saudável. Ele disse que isso acontece pq eu não consigo enxergar mais nada em mim além de um corpo, não vejo nenhuma qualidade em mim. Como me vejo somente como um corpo, me resta dominá-lo, de certa forma, então acabo jogando todos os meus ideais e força em cima dele. E isso é a mais pura verdade, eu realmente não consigo enxergar nada de bom em mim que eu possa explorar, sabe? Em breve voltarei à terapia, e espero conseguir trabalhar isso com a minha psicóloga, preciso me ver por inteiro, minha essência, minhas qualidades, que há muito sumiram e não sei mais quais são! Vc tb vai conseguir, vamos lutar por isso! Bjos, linda!

    ResponderExcluir
  2. oi lucy, que bom ver vc me visitando, realmente precisamos descobrir quem somos.
    bjus

    ResponderExcluir